quarta-feira, julho 05, 2006

Sobre Emos.

Agora pouco na hora do almoço eu estava assistindo ao "Jornal Hoje" da Globo, nenhum problema ainda mais por que ontem a Alemanha perdeu e estavam falando dos dois gols da Itália nos últimos minutos da prorrogação (link pra os 2 gols da Itália). Porém, de repente, aparece uma reportagem sobre Emo's... eita, pensei comigo, essa história de Emo já não tinha acabado??? Parece que não!!

Depois de 20 anos de sua criação ser Emo tornou-se "moda" e alvo de ódio, tanto que dia 1 de junho deste ano foi “instituído”, extra-oficialmente óbvio, o “Dia de Bater em Emo” nos EUA.

Sobre o ritmo pode-se dizer que tem grande influência do clássico punk-rock ingles, porém quando surgiu, na década de 80, tinha músicas complexas com vocais intensos e estruturação introspectiva (algo que se conserva até hoje), algumas bandas desta época são Faith, Rites of Spring e Embrace. 10 anos depois o ritmo Emo teve seu auge na costa oeste dos EUA, tornando sua melodias mais "darks" e com vocais insurdecedores, que tentavam esprimir toda a angustia de seus seguidores. Hoje encontramos como expoentes do harcore emotivo bandas como Simple Plan, Good Charlotte e My Chemical Romance.

Voltando aos seguidores do estilo... os Emos são considerados gays, andrógenos e o diabo-a-quatro, o que os torna alvo de skinheads e outros grupo extremistas, porém ser diferente sempre foi objetivo dos jovens das diferentes gerações, agora o que torna esse grupo tão peculiar não são os Emos em si mas toda a situação que eles criam. Querer morrer, achar que tudo está errado são sentimentos comuns a todos os jovens, porém como diz Sergio Martorelli, o famoso Smartt, esses sentimentos somem junto das espinhas, para os Emos tais sentimentos são demasiamente expostos, o que os torna emotivos, porém tais esposições de sentimentos começam a se tornar preocupantes para os psiquiatras, já que alguns destes jovens começam a procurar motivos para chorar e para sentir-se mal, portanto verifaca-se aí o surgimento da "moda da depressão".

AHHAHAHHA, vocês não acreditaram neh??? mas é vdd!!!
Eu realmente acho que ser emo eh algo muito ambíguo, afinal hoje tudo está sendo encarado como emo, desde que o cara chore ou se sinta triste porque a namorado o largou, ele é considerado Emo, mesmo sendo andrógeno ou não, tendo comportamentos homossexuais ou não, querendo se matar ou não, gostando da musica Emo ou não...


Pra flar a vdd sejam felizes, não interessa como... com um spyke no braço ou com um laço na cabeça seja feliz!!!!


ESTOU OUVINDO: 1997, HATEEN

*************

5 Comentário(s):

Anonymous Mitchel disse...

Concordo Érico.. a intolerância é uma merda mesmo.

Eu que não usaria aquelas franjas ridículas.. uhsauhasuhasas.. mas putz, cada um faz o que quer da sua vida, meu.. e ninguém tem nada haver com isso..

Agora sobre o que o cara ali falou.. é, concordo, tem coisa que já ta passando mesmo do limite do aceitável.. putz, esses posers são tudo uma merda mesmo, affff, acham super "cooolll" viver em depressão.. ahhhhh, fala sério neh.. ¬¬'

quarta-feira, julho 05, 2006 5:35:00 PM  
Blogger Scara disse...

aheuaeAEHuae!! Boa Érico!! Falou bonito!
Mas.. acho que o androgêno estaria mais pra andrôgeno.. aehuashuae.. mas td bem.. =P

Muito bom o seu tato jornalistico-investigativo!! :D hehehe
E é isso aí! Que sejamos todos felizes, não importa como.. Desde que não passa do limite! =D

Falou!

quinta-feira, julho 06, 2006 1:26:00 AM  
Blogger Poko, poko@feijuada.com disse...

putz verdade Scara..
mas eu olhei no dicionário e o certo é Andrógeno..
ehehheheeehhehhe

velw pelo toki..

quinta-feira, julho 06, 2006 8:35:00 PM  
Blogger Scara disse...

É.. num sei de onde tirei o andrôgeno tbm.. auhaehushuae =P

Nossa.. agora q parei pra pensar.. andrôgeno.. fica até feio de falar.. =P

Falou!

quinta-feira, julho 06, 2006 10:06:00 PM  
Blogger Blog Histórico disse...

Fica feio se grafado errado. E o correto na verdade é andrógIno. Radicais gregos caros... andro (homem) e gino(mulher) lembram das aulas de biologia? Androceu e gineceu? hehehehehehehe
A mala sem alça apareceu pra ser chata! Mas de qualquer forma é uma palavra muito utilizada quando não sabemos, ahn como dizer, a definição sexual de uma pessoa. ;)
Adorei o blog, vou comentar mais!
Beijo grande aos cozinheiros.

terça-feira, julho 11, 2006 9:46:00 AM  

Postar um comentário

<< Home

Subir ao Topo